Sou mais feliz porque corro

Foi depois de ler este artigo da NiT, que parei para refletir sobre o que o regresso à corrida me trouxe de bom!

Segundo Ricardo Martins Pereira, os corredores:

  • São lutadores
  • São persistentes
  • São mais saudáveis
  • São mais limpinhos
  • São dedicados
  • Adoram passear
  • Não são muito de noitadas
  • São mais magros

Revi-me no perfil de corredor e dei por mim a pensar que mais acrescentaria enquanto corredora. Dizer que sou mais feliz parece algo profundo e lamecha, mas é verdade que quem corre até sofre, mas é mais feliz! Há por aí vários livros que tentam explicar esta teoria, muitas vezes definida como fenómeno! Acredito que o sou por todas razões apresentadas no artigo.

Segundo estudos a felicidade associada à corrida deve-se à endorfina. Durante a atividade física esta hormona desperta, no nosso sistema nervoso, a sensação de euforia e bem-estar. Esta será uma teoria, no entanto tornar-se-á mais difícil explicar, para quem está de fora e que só vê o sofrimento retratado num rosto exausto e nos relatos de quem corre por gosto, não cansa, que uma hormona nos faz correr felizes. Acredito que o sofrimento é suportado por cada meta alcançada. A sensação de superação é um prazer acima das dificuldades durante o percurso.

A corrida é igualmente contagiante, amigos trazem amigos e de repente gera uma comunidade de novos atletas. Temos oportunidade de nos cruzarmos com pessoas incríveis! Pessoas simples e autênticas forças da natureza que nos inspiram a correr e desafiar-nos mais!

Se tens dúvidas, experimenta correr! ;)

Partilhar