Ovo Kinder: tão histórico quanto irresistível

Há melhor presente para oferecer na Páscoa do que um Kinder Surpresa? Não. Nunca

O ovo mais desejado de todos os tempos já é um clássico. Tem 42 anos e cedo se tornou num dos produtos mais apreciados do mundo por quase todas as faixas etárias. No entanto, são as crianças que deliram com este chocolate que também é um brinquedo. O Ovo Kinder tornou-se num símbolo emblemático para a época Pascal e não há nenhuma criança que não deseje ter um ovo destes à sua espera no domingo de Páscoa, oferecido pelos pais, padrinhos ou avós.

Foi em 1974 que nasceu esta ideia revolucionária, criada pelo grupo Ferrero. Depois da crise de 1968, Michelle, o filho do fundador, lançou no mercado uma linha de chocolates Kinder (que significa criança, em alemão), composta por um conjunto de produtos cujo público-alvo eram as crianças. A ideia era simples: proporcionar-lhes um momento mágico de surpresa durante todos os dias do ano.

Quando pensávamos que a questão das nossas vidas era saber quem tinha nascido primeiro, o ovo ou a galinha, descobrimos que afinal não foi um nem outro. Foram as deliciosas barritas Kinder Chocolate. Depois sim, nasceu o Ovo Kinder. Esta transição deu-se porque Michele quis criar um produto que estivesse ligado à figura de ovo da Páscoa, com forte valor emocional para as crianças.

Só na Alemanha, estima-se que sejam mais de 300 mil os coleccionadores a frequentar feiras especializadas nos pequenos brinquedos.

Em 1989, nasceu aquele que é conhecido por Kinder Easter Egg ou Kinder Maxi, um ovo com uma surpresa gigante. Começou por ser introduzido em Itália, onde foi um grande sucesso. Rapidamente passou para a Alemanha e, consequentemente, para o resto da Europa. Pouco tempo depois, tornou-se líder de mercado mundial e, nos dias de hoje, chega a esgotar na época da Páscoa.

A composição do produto foi meticulosamente pensada. Com o slogan “mais leite, menos cacau”, os ovos Kinder Surpresa contêm 45% de chocolate de leite e não têm glúten, uma proteína presente em produtos à base de farinha branca.

O ponto diferenciador do produto é o brinquedo que vem dentro de uma cápsula amarela (a cor que representa a gema de um ovo verdadeiro) e, que pode ser colecionado. Uma das surpresas mais famosas foi lançada na Alemanha, em 1980, com personagens dos desenhos animados Smurfs pintadas à mão. Desde aí, já foram lançadas colecções do Asterix, Star Wars ou Simpsons. No meio de tantas surpresas, houve algumas bastante decepcionantes, como por exemplo, as figuras de metal de soldados romanos. Houve quem, antes de comprar um Ovo Kinder, perdesse o seu tempo a pesá-lo para tentar perceber se continha, ou não, um soldado metalizado.

Desde a sua criação, já foram desenvolvidas mais de 15.000 surpresas e venderam-se mais de 30 mil milhões de unidades. Todos os anos, o grupo Ferrero cria mais de cem jogos e gadgets novos, com uma procura continua de materiais novos e de mecanismos engenhosos. Criados por designers e, produzidos por diversas empresas, os brinquedos tornam-se assim diferenciáveis de região para região. Por exemplo, em Itália, durante o Natal e a Páscoa são lançadas surpresas temáticas altamente coleccionáveis e populares no país.

Só na Alemanha, estima-se que sejam mais de 300 mil os coleccionadores a frequentar feiras especializadas nos pequenos brinquedos. Por outro lado, nos EUA, a venda deste ovo é ilegal devido a uma lei que não permite a comercialização de brinquedos juntamente com alimentos. Assim, os ovos Kinder transformaram-se num artigo comum de contrabando no continente americano.

O ovo Kinder Gran Surpresa está disponível no Jumbo, por 8,99€.

Categorias
Comida
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço