Aqui não há dois cavaquinhos iguais

Fomos acompanhar a montagem da exposição “70 cavaquinhos, 70 Artistas”, eis o resultado final.
São 70 cavaquinhos e 70 artistas plásticos portugueses, convidados a transformar e celebrar este instrumento. O resultado pode ser visto ao vivo e a cores até dia 30 de julho numa exposição no piso 0 do ArrábidaShopping, no âmbito do Arrábida Summer Fest, um festival de verão com a música como tema principal.

Organizada pela Associação Cultural Museu Cavaquinho, esta exposição – “70 Cavaquinhos, 70 Artistas” – faz parte de um conjunto de atividades que visam sensibilizar para a riqueza patrimonial deste instrumento. Esta é, de resto, a grande missão desta associação, fundada em 2013 e presidida pelo músico e símbolo maior deste instrumento em Portugal, Júlio Pereira.

Os 70 cavaquinhos expostos foram intervencionados por 70 artistas plásticos, a maioria jovens criadores, de vários pontos do país. A exposição contou ainda com o patrocínio da fábrica industrial de instrumentos musicais – APC –, a que se juntou a fábrica artesanal – Artimúsica – e onze artesãos individuais: Alfredo Machado, António Faria Vieira, António Monteiro, Carlos Jorge Pereira Rodrigues, Domingos Machado, Fernando Meireles, José Gonçalves, Mário Estalisnau, Mário Eugénio de Sousa, Nuno Russel e Víctor Félix que construíram os restantes cavaquinhos.

 

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço