Matt Damon treinou um ano e meio para voltar a ser Jason Bourne

O ator regressa ao cinema esta quinta feira, dia 29, para o mais recente filme da saga “Bourne”, mas não foi fácil regressar à personagem. Saiba tudo sobre a preparação de Damon para o papel.

Já passaram 13 anos desde que Matt Damon vestiu a pele de Jason Bourne pela primeira vez. O ator tinha 31 anos quando estreou “Identidade Desconhecida” – o primeiro filme da saga Bourne – e depois de ter ficado a ver da plateia “O Legado de Bourne”, em 2012, regressa esta quinta feira, dia 29, aos cinemas, para a estreia de “Jason Bourne”, o quinto filme deste franchise. Mas o regresso foi tudo menos fácil.

Damon tem agora 45 anos e a verdade é que interpretar a personagem de ficção, inspirada nos livros de Robert Ludlum, que não tem memória e passa metade do tempo da sua vida em tiroteios, lutas corpo a corpo e perseguições, não é fácil. No novo filme, a personagem já recuperou a memória e, já com consciência de quem realmente é, tenta encobrir todo o seu passado. Mas as perseguições, os tiroteios e as lutas corpo a corpo continuam lá.

Matt Damon foi treinado por Jason Walsh, que já foi personal trailer de outras celebridades como Justin Timberlake ou Bradley Cooper.

Para estar a 100% para voltar a ser Jason Bourne, o ator precisou de treinar durante um ano e meio, segundo um artigo publicado no site norte-americano “Business Insider”. Jason Walsh é o personal trailer do ator, que já treinou outras celebridades como Justin Timberlake ou Bradley Cooper, e que tem acompanhado Damon desde que este interpretou um papel no filme de ficção científica “Elysium”. Entretanto já o preparou para “Perdido em Marte” e, agora para “Jason Bourne” e “The Great Wall” — um filme que tem estreia marcada para o final de 2016. É ele que relata todos os pormenores sobre os treinos do ator.

O PT revela que, no novo filme da saga, e a pedido do realizador Paul Greengrass, vamos encontrar um Matt Damon com um aspeto “mental e fisicamente desgastado”. Por isso, o plano de treinos do ator foi muito simples, mas muito duro.

“Acabei com ele sem o partir”, disse o PT ao “Business Insider”. VersaClimber é a máquina onde o ator passou a maioria dos seus treinos. É um equipamento cardio que trabalha o corpo todo. É uma máquina em que se trabalha de pé, em posição vertical e onde o PT testou os limites da rapidez do ator.

“Se vissem a cara dele depois de lá estar. Foi fantástico”, disse o PT, numa alusão ao treino na VersaClimber. “Sentou-se no chão encostado à parede e estava com ar de quem ia sufocar.”

Durante as gravações, Matt Damon consumia cerca de 2000 calorias por dia.

Mas o treino continua fora da VersaClimber, com os seguintes exercícios:
— 100 sit ups;
— 300 flexões;
— 50 agachamentos;
— 50 agachamentos com salto;
— Elevações com pesos de 15 quilos agarrados à cintura;
— Agachamentos só uma perna com dumbbells de 50 quilos numa das mãos;
— Sled push and pull — puxar e empurrar uma espécie de peso gigante.

Já no que diz respeito à alimentação, no decorrer das gravações, o chef pessoal de Matt Damon preparou refeições que, no final do dia, totalizavam cerca de 2000 calorias. Além disto, Walsh obrigou o ator cortar no consumo de água, antes da rodagem das cenas de boxe (que aparecem no trailer do filme) [trailer]. Este método foi utilizado de forma a que os músculos do ator ficassem mais definidos.

“Ele trabalhou a sério”, disse Walsh, numa alusão aos treinos de Matt Damon. “Muitas pessoas não sabem o quão difícil é trabalhar com tanta força e durante tanto tempo. Nós estivemos a treinar durante um ano e meio. Estou mesmo orgulhoso dele. No dia em que as gravações terminaram, tínhamos uma pizza enorme à espera dele.”, conclui.

“Jason Bourne” estreia esta quinta feira, dia 29. Ou seja, este é o melhor momento para rever os restantes filmes da saga: a Worten tem um pack com os quatro filmes por 19,99€.

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço