Fred Perry: para homens cheios de estilo

“Sharp” é a nova coleção da marca e nós já a fomos espreitar. Ora veja.

Criada em 1952, a história da Fred Perry começa com uma camisola. Foi nesse ano que o tenista britânico Frederick John Perry – que dá o nome à marca – apresentou no torneio de Wimbledon (que venceu por três vezes consecutivas) a famosa camisa-pólo. Tipicamente branca, no final dos anos 1950 foi adotada pelos membros do movimento Mod, o que exigiu uma paleta de cores mais variadas. O pólo teve o seu auge nas décadas de 1960 e 1970, já que era uma das peças de roupa preferidas dos adolescentes londrinos, e voltou a ganhar popularidade em 2012, quando o tenista Andy Murray foi patrocinado pela marca.

Ao longo dos anos, a Fred Perry foi alargando o seu espectro e, hoje em dia, comercializa roupas e acessórios para homem, mulher e criança, mas mantendo sempre as ligações ao ténis. As colaborações com artistas e designers são uma constante para a marca e as novas coleções não param de chegar. Recentemente, a Fred Perry apresentou “Sharp”, uma coleção exclusiva para homens, que assume que não há regras quanto ao estilo.

De acordo com a marca, as peças contemporâneas que foram criadas são o coração da Fred Perry e podem ser interpretadas e estilizadas de infinitas formas. A coleção é inspirada no uniforme subcultural britânico, desenhada para ser usada em camadas. As malhas fortes e robustas misturam-se com os arrojados padrões de xadrez e o streetwear confunde-se com o modernismo. A coleção inclui algumas das já famosas peças da Fred Perry, como as camisolas de ténis, que foram subtilmente retrabalhadas para lhes dar um novo ar.

Categorias
Moda
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço