Cinema: estreias da semana

“Ben-Hur” é o regresso de um clássico com fortes emoções e “Cell – Chamada para a Morte” é uma nova adaptação a partir da obra de Stephen King.

Baseado no romance eterno de Lewis Wallace, o russo Timur Bekmambetov traz o épico “Ben-Hur” de volta ao cinema – produção que estreou em 1959, com a realização de William Wyler e venceu 11 Óscares. A nova história de traição e redenção regressa com corridas de quadrigas e muitos efeitos digitais.

Ainda há “Cartas de Guerra” – um filme português adaptado a partir do livro “D’este viver aqui neste papel descripto: cartas da guerra”, do escritor António Lobo Antunes, que compila uma série de missivas que este escreveu à mulher, durante o período em que esteve na Guerra Colonial.

Outra adaptação é “Cell – Chamada para a Morte”, um filme de terror/ficção científica baseado no livro de Stephen King, e que traz John Cusack pela terceira vez ao universo deste escritor.

Conheça todas as estreias da semana no UCI Cinemas.

Ben-Hur

O nobre Judah Ben-Hur (Jack Huston), um príncipe judeu contemporâneo de Jesus Cristo (Rodrigo Santoro), é injustamente acusado de traição e torna-se num escravo do Império Romano e num profissional em corridas de quadrigas. Quando descobre que foi enganado pelo próprio irmão, Messala (Toby Kebbell), parte em busca de vingança.

O elenco conta ainda com Morgan Freeman.

Cell – Chamada para a Morte 

Em “Cell – Chamada para a Morte”, um estranho sinal enviado através de uma chamada para um telemóvel inicia uma epidemia com possíveis consequências apocalípticas. Clay Riddell (John Cusack) integra um pequeno grupo de sobreviventes e o seu maior objetivo é reencontrar o filho. É uma espécie de história de zombies da era digital.

Tod Williams realiza o filme, que conta ainda com Samuel L. Jackson e Isabelle Fuhrman nos papéis principais.

Dofus – O Filme

No filme de animação, a jovem Joris passa os dias feliz na companhia do seu pai adotivo, Kerubim Crépin, que fora um grande guerreiro e feiticeiro, na sua loja de artigos de magia. Mas, um dia tudo muda quando tenta aproximar-se do seu ídolo, Khan Karkass, a estrela de Boufbowl, e a feiticeira Julith aparece para recuperar o Dofus de Ébano, um ovo que contém a alma de um dragão negro.

É a primeira longa-metragem sobre o jogo online de sucesso que fará as delícias dos mais novos, dos jogadores e milhares de fãs. A produção é de Jean-Jacques Denis e Anthony Roux e conta com as vozes de Vitor de Sousa, Vanessa Oliveira, Quimbé, Sofia Brito e João Cabral.

Florence, Uma Diva Fora de Tom

Esta é uma história baseada na vida da mítica socialite Florence Foster Jenkins, uma herdeira obcecada em fazer tudo para tornar o seu sonho realidade – ser uma cantora de ópera. No entanto, embora aos seus ouvidos a sua voz seja fantástica, para todos os outros é poluição sonora. O seu marido, um agente, sempre a protegeu da verdade, mas um concerto público no Carnegie Hall será o último desafio.

A realização é de Stephen Frears e na interpretação estão Meryl Streep, Hugh Grant, Rebecca Ferguson e Simon Helberg.

Cartas da Guerra

“Cartas de Guerra” é um filme português de Ivo M. Ferreira que retrata alguns dos piores momentos da Guerra Colonial, que antecederam a revolução de abril. A história centra-se em torno de António (Miguel Nunes), um médico que é incorporado no exército português, para servir no Leste de Angola. As cartas que escreve à sua mulher Maria José (Margarida Vila-Nova) são aquilo que o ajudam a sobreviver numa das piores zonas da guerra.

O elenco é ainda constituído por Ricardo Pereira, João Pedro Vaz, Simão Cayatte e Isac Graça, entre outros.

Sr. Perfeito 

Martha é uma doida varrida que foi recentemente traída pelo namorado, mas conhece Francis, que parece ser o Sr. Perfeito e também goza de uma boa dose de loucura. No entanto, ninguém é perfeito e Martha descobre que é um assassino profissional.

É uma comédia leve, realizada por Paco Cabezas e que conta com Anna Kendrick, Sam Rockwell e Tim Roth nos principais papéis.

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço