As melhores papas para o seu bebé

A oferta de papas é cada vez maior. É importante que saiba escolher o produto mais indicado para o seu bebé.

Os primeiros meses de vida de um bebé são aqueles em que a alimentação deve ser mais tida em atenção. Além das horas a que o bebé come, o que come tem um peso bastante importante no bom crescimento da criança. As papas são o primeiro alimento dado aos bebés, após o leite materno, e “embora o aleitamento materno exclusivo até aos seis meses seja recomendado pela Organização Mundial de Saúde”, como refere a nutricionista Ana Lúcia Silva, “a introdução de papas de cereais pode ser necessária após os quatro meses de idade”, seja para complementar o aleitamento materno na fase de desmame ou na adaptação progressiva aos novos alimentos, já que estas papas têm uma composição nutricional bastante adequada a estes casos.

Foi com esta nutricionista que falámos para perceber o que devemos ter em conta para escolher a opção de papa mais indicada. Antes de mais, importa perceber alguns pontos gerais: “a introdução de papas pode provocar um desinteresse pelo leite materno, sem benefícios adicionais ao crescimento”, pelo que se deve ter em conta a altura em que se introduz as papas na alimentação do bebé.

Como esclarece Ana Lúcia Silva, “É obrigatório surgir na embalagem a idade a partir da qual a papa pode ser introduzida na alimentação”. Além disso, qualquer papa permitida a partir dos quatro meses tem de informar sobre a presença de glúten.

Em casos mais específicos, como bebés com histórico familiar de alergia às proteínas do leite animal, deve-se optar por fórmulas lácteas “constituídas por proteínas extensamente hidrolisadas”, como aponta a nutricionista.

Quanto ao tipo de papas, dividem-se em não lácteas e papas de cereais lácteas. As primeiras devem ser reconstruídas em leite materno ou leite de transição e as lácteas, que como o nome indica contêm proteínas lácteas na sua composição, não necessitam de adição de proteínas, devendo ser preparadas com água fervida.

É comum que as papas de cereais contenham açúcares. Ao analisar a composição do produto, tenha em atenção à presença de denominações como sacarose, frutose, glicose, xarope de glicose ou mel – são tudo denominações dadas ao açúcar e por isso devem ser apresentadas em valores inferiores a 5g por 100mg nas papas não lácteas e 7,5g nas lácteas. Além disso, “não podem exceder as 100mg de sódio por 100kcal” como refere Ana Lúcia Silva.

Conheça algumas sugestões de papas que vão ao encontro do que a nutricionista Ana Lúcia Silva aconselha. Estão à venda no Celeiro e no Jumbo.

Holle Papas não lácteas sem glúten (Celeiro, 3,99€)

Muitos especialistas aconselham a que as primeiras papas introduzidas na alimentação do bebé sejam as papas sem glúten, isto porque esta substância, presente em alguns cereais, pode ser responsável pelo desenvolvimento de alergias ou intolerâncias. O arroz e o milho não contêm glúten, por isso os sabores presentes nas papas Holle sem glúten são arroz, milho-miúdo e milho e tapioca. Por ser uma papa não láctea, deve ser preparada com leite materno ou com leite de substituição.

Holle Papas não lácteas integrais (Celeiro, 3,99€)

A mesma marca de papas tem duas versões com cereais integrais: a papa de aveia e papa espelta. O Celeiro aconselha a que se introduza papas com glúten na dieta do bebé entre os 4 e os 7 meses, já que neste período o bebé ainda está a ser amamentado, que tem um efeito protetor à provocação de intolerância no bebé. Também esta é uma papa não láctea, que deve ser preparada com leite materno ou com de substituição.

1ª Papa Nutribén (Jumbo, 2,34€)

Esta é uma papa de farinha láctea, sem glúten, indicada para bebés a partir dos 4 meses de idade. Os principais ingredientes são milho e arroz e deve ser preparada com água fervida, já que conta na sua composição com a proteína presente no leite que o bebé necessita.

Papa Cerelac 5 frutos (Jumbo, 2,57€)

Esta papa infantil contém glúten, sendo indicada para bebés a partir dos seis meses de idade. É uma papa láctea, pelo que deve ser preparada com água fervida, já que os seus constituintes contam com o valor nutricional adequado a bebés com meio ano. A combinação de sabores de vários frutos ajudam na passagem para a alimentação à colher, dando a conhecer não só novos sabores como novas consistências. Esta papa não tem adição de açúcares além dos naturalmente presentes na fruta.

Papa Cerelac Iogurte, Morango e Banana (Jumbo, 2,39€)

Esta é uma papa já indicada para bebés a partir dos oito meses. Tem glúten, e deve ser preparada com leite, já que é uma papa láctea. Pelos ingredientes por que é composta, combina os benefícios dos cereais enriquecidos, do iogurte e do Bifidus BL.

Categorias
Comida
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço