Ano Novo, agenda nova!

Com o início do novo ano, está na altura de pensar na nova agenda de 2020 em que irá guardar momentos, desabafos e planos.

Um dos objetos-chave para a entrada num novo ano é a agenda. Organização e planeamento são as suas principais funções, mas muitos também a utilizam quase como uma espécie de diário. Na agenda também cabem – além das tarefas e dos horários das reuniões – as datas de aniversário de que não se pode esquecer, frases que tocam, uma piada que merece ser guardada, fotografias que eternizam um momento, a música do dia e até uma qualquer wish list.

Seja semanal ou diária, o importante é que se identifique com a agenda que o vai acompanhar durante um ano inteiro, registar todos os seus objetivos e fazer check às resoluções que prometeu para si próprio. Se não se imagina a escrever muito, pode optar por um “bullet journal“, em que as frases dão lugar a listas. Como as organizar? É simples:

• é uma tarefa por fazer

x é uma tarefa já feita

> ou < é uma tarefa cuja data foi alterada

 é um evento

é uma qualquer nota (ideias, observações, citações)

E a qualquer um destas “bullets” pode ainda adicionar pontos de interrogação para se lembrar de aprofundar determinada questão, pontos de exclamação para marcar algo inspirador ou asteriscos para acrescentar um sentido de urgência.

E se gosta de escrever, melhor ainda: este pequeno caderno pode tornar-se um diário e ajudá-lo a organizar pensamentos, sensações, emoções e sentimentos, servindo de ferramenta para poder comparar a forma como determinada situação evolui ao longo do tempo e de que forma você mesmo evolui em relação a ela. E se lhe parece que escrever não poderá acrescentar nada a este processo de auto-análise, tome Emma Watson, Jennifer Aniston ou Lady Gaga como exemplos: todas mantêm um diário.

Além de servir para registar o dia-a-dia, a agenda pode servir para mudar a perspectiva que temos dos nossos dias. Como? Substituindo o conceito de diário pelo de diário de gratidão. Esta técnica tem ganhado fãs pelo mundo fora e uma das suas maiores adeptas é Oprah Winfrey, que fala deste como um hábito de auto-ajuda milagroso. Mas porquê? Bom, a neurociência sabe que o ato de agradecer liberta dopamina e serotonina no cérebro, o que nos dá uma sensação de felicidade. E, se o pensamento não pode focar-se em coisas positivas e negativas ao mesmo tempo, pensar em coisas boas é minimizar o ruído das más. Ora, repetindo este exercício diariamente, estamos a estimular a nossa mente no sentido de nos tornarmos mais positivos e gratos por coisas que outrora poderíamos considerar garantidas.

As opções são muitas e cabe-lhe a si decidir o que fazer da sua agenda para 2020. Para o ajudar na escolha, selecionámos algumas agendas cool, que o possam motivar a viver este ano de forma mais organizada e positiva. Conheça-as na galeria de imagens abaixo e… Tenha um feliz 2020!

Categorias
Moda
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço