Cinema: estreias da semana

Prepare-se para escolher de que lado quer ficar em “Capitão América: Guerra Civil”, porque os Vingadores dividem-se em dois campos – um liderado pelo Capitão América e outro pelo Homem de Ferro. Já em “Todos Querem o Mesmo”, Linklater regressa com histórias de adolescentes.

Embora comecem do mesmo lado, uma série de acontecimentos acaba por colocar o Capitão América e o Homem de Ferro em campos opostos. “Capitão América: Guerra Civil” é a grande estreia da semana – com o selo da Marvel -, onde os heróis de Os Vingadores se dividem, após o governo considerar que o grupo precisa de supervisão. De um lado, Steve Rogers (Chris Evans) – o Capitão América – luta por manter a equipa livre para defender a humanidade sem interferência do governo e, do outro, Tony Stark (Robert Downey Jr.) – o Homem de Ferro – apoia o controlo e responsabilidade do governo.

Em “Um dia de Mãe”, Jennifer Aniston é uma mãe que se tenta recompor pelo facto de ter sido trocada por uma mulher mais jovem; Julia Roberts é uma escritora famosa que deu a sua filha Kristin (Britt Robertson) para adoção e que coloca a carreira em primeiro lugar; Kristin, por sua vez, decide reencontrar a sua progenitora e Kate Hudson é uma mulher que mantém uma relação distante com a sua mãe. O filme surge em jeito de celebração para assinalar o Dia da Mãe.

Richard Linklater está de regresso ao cinema com “Todos querem o mesmo”, onde segue um grupo de estudantes nos anos 80. Está ainda em estreia “Balada de um batráquio”, o premiado documentário de Leonor Teles. Já para os mais pequenos, em “Minúsculos – O Vale das Formigas” há guerras entre tribos de formigas.

Veja quais são todas as estreias da semana no cinema e consulte aqui as sessões:

Capitão América: Guerra Civil

Em “Capitão América: Guerra Civil”, um filme com o selo da Marvel, Steve Rogers (Chris Evans) está a liderar a recente equipa de Os Vingadores. No entanto, o grupo de super-heróis envolve-se numa série de missões que causam danos colaterais não muito bem aceites pelo governo norte-americano, que decide que a equipa precisa de supervisão e regulamentação adequada. É, por isso, criado um sistema de registo dos super-heróis, cujo trabalho terá de ser sempre controlado por um membro governamental autorizado – que divide Os Vingadores em dois grupos, um liderado por Steve Rogers e o outro por Tony Stark (Robert Downey Jr.).

O filme de Anthony Russo coloca heróis contra heróis, onde se centram e opõem o Capitão América e o Homem de Ferro.

Um Dia de Mãe

Com o Dia da Mãe a aproximar-se, estreia “Um dia de Mãe”, uma comédia que junta nos principais papéis Jennifer Aniston, Julia Roberts, Kate Hudson e Jason Sudeikis. A história é simples e conta histórias cruzadas de mães e filhas, encarrilando por reflexões diversas sobre o peso da maternidade.

A Lei do Mercado

“A lei do Mercado” é um filme francês de Stéphane Brizé. A história gira em torno de Thierry (Vincent Lindon), um desempregado que encontra finalmente um trabalho após quase dois anos de procura, mas que o deixará perante um dilema moral. “A Lei do Mercado” surge como reflexão à conjuntura de crise económica dos últimos anos.

Todos Querem o Mesmo + Balada de Um Batráquio (Curta)

O UCI Arrábida está a brindar os espetadores de “Todos Querem o mesmo”, de Richard Linklater, com o documentário de Leonor Teles – “Balada de um batráquio” –, exibindo uma sessão conjunta.

Todos Querem o Mesmo

Richard Linklater está de volta com “Todos querem o mesmo”, uma comédia em que acompanha um grupo de amigos durante o seu primeiro ano de universidade, nos anos 80. Linklater segue estes estudantes que vivem uma espécie de introdução à vida adulta, reconstruindo a década de 80, a moda, o estilo, a música e as vivências.

O filme acaba por ser uma “sequela espiritual” do seu quinto filme, “Juventude Inconsciente” – obra que fez catapultar Matthew McConaughey para o cinema.

Balada de Um Batráquio

Leonor Teles é de origem cigana, mas nunca viveu no meio. No entanto, as histórias e lendas que circundam as suas raízes foram-na acompanhando enquanto crescia. A relação do povo cigano com o significado oculto contido na imagem dos sapos é uma delas. Num dos momentos do filme, Leonor entra de surpresa numa loja, estilhaça um dos batráquios de loiça no chão e foge. No curto documentário, premiado com um Urso de Ouro, a realizadora revela a verdadeira aceção de uma tradição “espanta ciganos” usada em vários estabelecimentos comerciais.

O Profeta

Baseado na história do poeta libanês Kahlil Gibran, “O Profeta” conta a história de Mustafa, um prisioneiro político que conhece uma menina de oito anos, Almitra, com quem partilha os seus poemas e os seus pensamentos. Este é um filme de animação escrito e realizado por Roger Allers (“O Rei Leão”) que contempla a amizade, o amor, a paz e a fraternidade, embarcando em nove mundos imaginários. A versão original conta com a voz de Salma Hayek (mãe da pequena Almitra) e Liam Neeson (Mustafa), entre outros.

Minúsculos – O Vale das Formigas

Uma pequena joaninha que cai numa caixa de açúcar, deixada para trás após um piquenique, mal sabia no que se ia meter quando se tornou amiga da formiga preta Mandíbula. Os restos do repasto abandonado dão início a uma guerra entre duas tribos de formigas (vermelhas e pretas), colocando a joaninha no meio e como possível salvação do clã da sua nova amiga. “Minúsculos – O Vale das Formigas” é um filme de Thomas Szabo e Hélène Giraud.

Cemitério do Esplendor

“Cemitério do Esplendor” é uma co-produção francesa, alemã, britânica e tailandesa que explora os contornos de uma misteriosa doença do sono que assolou um grupo de soldados transferidos para uma clínica. Acredita-se que o acontecido esteja relacionado com uma lenda da região que conta que os espíritos dos defuntos reis sugam a energia dos soldados para travarem as suas batalhas. As personagens embarcam numa série de momentos alucinogénicos. “Cemitério do Esplendor” é um filme de Apichatpong Weerasethakul com Jenjira Pongpas, Banlop Lomnoi, Jarinpattra Rueangram, Sakda Kaewbuadee.

Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço