5 sugestões para comprar de forma consciente durante o isolamento

Conheça as nossas dicas para ir às compras durante este novo período de isolamento social.

A pandemia de Covid-19 ainda é uma realidade e o aumento constante de novos casos levou à necessidade de um novo confinamento geral. A regra, por estes dias, é sair apenas para o estritamente necessário e aqui inclui-se, por exemplo, a compra de alimentos e medicamentos.

Neste artigo damos-lhe cinco sugestões para fazer as suas compras de forma consciente durante os próximos tempos.

icons8-add-list-64

1 – Faça uma lista de compras

O primeiro passo é perceber quanto tempo estará em casa e com quantas pessoas. Deve, igualmente, fazer um levantamento dos produtos que tem em casa e verificar os prazos de validade. Depois disto, poderá construir as suas listas de compras, tendo por base as doses individuais de cada alimento. Inclua itens como pão – que pode ser congelado – farinha, arroz e massa (estima-se que seja necessário entre 35g a 70g por pessoa por refeição), grão-de-bico, lentilhas e feijão, já que as leguminosas são ricas em fibras. Não se esqueça, também, dos laticínios, onde deve incluir iogurtes – considere apenas uma unidade por pessoa por dia – leite, manteiga e queijo, mas sem comprar mais do que compraria em situação normal. Para o congelador, leve alguns vegetais, peixe e pode também incluir pizzas ou lasanha congelada para aqueles dias em que não há mesmo vontade de cozinhar.

icone-meal

2 – Planeie antecipadamente as refeições

Se possível, planeie com antecedência o que vai cozinhar para almoço e jantar durante alguns dias. Dessa forma saberá qual a quantidade de carne e peixe, por exemplo, que terá de comprar e evitará trazer para casa alimentos a mais, que se poderão estragar por não serem consumidos a tempo. 

icons8-beer-can-80

3 – Não se abasteça só de enlatados

Ao contrário do que se possa pensar, não precisa de trazer só produtos enlatados para casa. O mais importante é garantir que compra alimentos ricos em nutrientes e com grande durabilidade, fazer uma gestão racional dos frescos e escolher os alimentos com melhor relação entre volume, nutrientes e capacidade de saciar. Por exemplo, em relação aos legumes e vegetais, as batatas, as batatas-doces e as abóboras são algumas das opções com maior durabilidade e pode sempre optar por congelá-los. Quanto às frutas, aposte também naquelas que têm um maior prazo de validade, como as maçãs, as laranjas e as peras.

icons8-home-64

4 – Não se esqueça dos produtos para a casa

Nestas alturas a comida é a principal preocupação, mas é importante não nos esquecermos também dos produtos para a casa. Verifique o que ainda tem nos armários (por exemplo, se acabou de comprar duas embalagens de papel higiénico, é muito pouco provável que venha a precisar de mais nos próximos tempos), e faça uma seleção daquilo que precisa de comprar: sabonete, detergentes para as máquinas da louça e roupa, lixívia e outros artigos de limpeza poderão fazer falta, já que passará muito mais tempo em casa e muito provavelmente gastará uma maior quantidade destes artigos. Se tiver um bebé, calcule a quantidade de fraldas que irá precisar e não se esqueça também dos animais de estimação. Verifique, ainda, se lhe falta alguma coisa no estojo de primeiros-socorros e passe pela farmácia para comprar um antipirético, caso não tenha nenhum em casa (não compre medicamentos em excesso, pois poderão fazer falta a outras pessoas).

icons8-high-importance-80

5 – Compre apenas o necessário para alguns dias

Comprar quantidades de alimentos suficientes para um mês, por exemplo, é um erro: para além de, provavelmente, não ter sítio em casa onde guardar tudo, os produtos acabarão por se estragar. Seja socialmente responsável e compre apenas o estritamente necessário para uma ou duas semanas.

E para o ajudar nesta altura, saiba que a Auchan, o Celeiro e a farmácia do nosso Centro continuam ao seu dispor, com tudo o que precisa para ultrapassar este período. Não se esqueça, sempre que visitar estes espaços, de cumprir as recomendações da Direção-Geral da Saúde sobre a distância recomendada e o uso de máscara e de praticar uma boa higienização das suas mãos. Pedimos ainda que esteja atento aos horários de cada loja.

Por si e por todos.

Partilhar