Os 5 filmes para assistir no Dia dos Namorados!

No escurinho do cinema, o amor acontece! Escolha as nossas sugestões cinematográficas e surpreenda a sua cara-metade!

O cinema, esse clássico romântico e intemporal a que voltamos sempre para celebrar o amor. Lembra-se da primeira vez a que assistiu a um bom filme com a sua cara-metade no escurinho do cinema?

“No escurinho do cinema
Chupando drops de aniz
Longe de qualquer problema
Perto de um final feliz”

Pois bem, junte a banda sonora perpetuada pela brasileira Rita Lee e reviva esse momento com a sua melhor companhia.

Damos-lhe uma ajuda e deixamos-lhe o nosso top de sugestões de filmes imperdíveis, em cartaz no dia mais romântico do ano, o de São Valentim.

A Favorita

Início do século XVIII. Inglaterra está em guerra com França. Uma frágil rainha Anne ocupa o trono e a sua amiga mais próxima, Lady Sarah, governa o país por ela, enquanto, ao mesmo tempo, cuida da saúde precária da monarca, gerindo o seu temperamento imprevisível. Quando a nova criada Abigail chega, o seu charme conquista Sarah e Abigail vê aí uma oportunidade de voltar às suas raízes aristocráticas. Como a guerra acaba por consumir o tempo de Sarah, Abigail entra em cena subtilmente para assumir o papel de dama de companhia da rainha. Esta ascendente amizade, dá-lhe assim a hipótese de cumprir as suas ambições, não deixando nenhuma mulher, homem, política ou coelho atravessar o seu caminho.

À Porta da Eternidade

Desconsiderado e desprezado pelos seus colegas artistas e por todos os que o rodeiam, mas sempre crente que pintar é a sua vida, Vincent parte de Paris, cidade cinzenta, rumo a sul (Arles), onde o sol dita as paisagens. Através da sua pintura, acredita conseguir criar uma nova visão, mostrar o mundo como o vê. A amizade com Paul Gaugin, o também pintor e seu amigo próximo, e o amor incondicional de Theo, o seu irmão e maior apoiante, encorajam-no a continuar contra tudo e todos. Mas quando Gaugin se afasta de Vincent por o achar avassalador e incompatível consigo, ele perde o chão e entra numa espiral de loucura. Uma viagem pelos últimos meses de vida do Van Gogh, pelo reconhecido realizador Julian Schnabel, também ele pintor e artista.

Assim nasce uma Estrela

Nesta nova versão da trágica história de amor, Bradley Cooper interpreta Jackson Maine, um músico consagrado que descobre – e se apaixona – por Ally (Lady Gaga), uma artista em dificuldades. Ally tinha desistido de realizar o sonho de ser cantora até que Jack a ajuda a chegar aos grandes palcos e ao estrelato. Mas enquanto a carreira de Ally descola, o lado pessoal da relação de ambos começa a deteriorar-se, ao mesmo tempo que Jack luta contra os seus próprios fantasmas.

Correia de Droga

Eastwood protagoniza Earl Stone, um octogenário que se encontra falido e sozinho. Na sequência do processo de falência da sua empresa, propõem-lhe um trabalho que lhe exige simplesmente que conduza. Parece uma tarefa fácil, mas sem que se aperceba, Earl vê-se contratado por um cartel de droga mexicano. Graças à sua eficiência, aumentam-lhe o carregamento e põem-no ao serviço de um traficante. No entanto, este não é o único a vigiar Earl: o misterioso novo correio atraiu as atenções do ambicioso Colin Bates, um agente da DEA. E embora Earl deixe de ter problemas de dinheiro, os erros do passado começam a pesar-lhe e é duvidoso que tenha tempo de corrigir o mal que fez, antes que as autoridades ou os agentes fiscalizadores do cartel lhe deitem a mão.

Green Book – Um Guia para a Vida

Baseado numa história verdadeira, este filme retrata a relação entre dois homens com personalidades muito diferentes. Quando o famoso pianista negro Don Shirley contrata um segurança Italo-americano, Tony Vallelonga, para o conduzir pelo Sul dos EUA, na década de 60, eles não esperam que esta viagem seja tão atribulada. Mesmo seguindo o guia “Green Book” – um roteiro que traça os poucos estabelecimentos seguros para os afro-americanos -, os dois vão deparar-se com alguns desafios e percebem melhor o mundo onde vivem.

Boas sessões!

Categorias
Cinema
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço